Hip Hop Sem Fronteiras

0

REGULAMENTO
DA PROGRAMAÇÃO

Período: 30/07 a 01/08 de 2010
Dia 29 (quinta) 16h concentração e Freestyle às 18h saída de Macapá
Dia 30 (sexta) às 18h – Freestyle no Oiapoque
Dia 31 (sábado) às 18h – Show de equipe no Oiapoque e batalha 1×1 em S. George-Guiana Francesa.

Dia 01/07 (domingo) às 19h – Batalha na Fronteira no Oiapoque.
As batalhas serão realizadas em crew (8×8) podendo a crew participar com no mínimo cinco bboys.
2 Fica extremamente proibido o contato físico intencional com o adversário durante as batalhas. (Passível de desclassificação dependendo da interpretação dos jurados)
3. Desde que comprovada à criação de brigas ou tumultos dentro do evento Hip Hop Sem Fronteiras, o(s) competidor (ES) será convidado a se retirar da competição dependendo da gravidade da situação.
4. Cada b-boy/b-girl 1×1 terá direito a duas entradas e na final três entradas para cada bboy.
6. O método de julgamento dos jurados será por votação e não por pontuação, eliminando qualquer possibilidade de empate em suas votações.
7. Cada b-boy/b-girl deve esperar o fim de cada execução dos movimentos do adversário para revidar, podendo responder imediatamente, mas nunca ao mesmo tempo.
8. Será julgada a dança Breaking (b.boying) como um todo. Desde a entrada do b-boy/b-girl até a sua finalização.
9. Caso o participante seja menor de idade (menor de 18 anos) é necessário enviar para a produção do evento a autorização do responsável legal para participar do evento, bem como cópia do documento do responsável.
10. As inscrições estarão abertas de 21 de maio de 2010 a 20 de julho de 2010.

PS.: A dança é uma arte e como toda arte não é passível de julgamento. Pode-se avaliar a técnica, os fundamentos, mas jamais definir que o estilo de um b-boy/b-girl é melhor do que o outro. O julgamento é subjetivo, variando de jurado para jurado, de situação para situação e os participantes devem estar conscientes do universo de possibilidades de um evento deste nível. Deve-se procurar mesmo que em utopia a perfeição, avaliando a si mesmo antes do questionamento aos outros.

1. A batalha de crew serão apenas 08 b.boys, ou seja, 8×8 e será na Praça de Oiapoque.
2. Na batalha de b.boy (individual) será 16 competidores e de crew será apenas 08 equipes, selecionada através do show de equipes, sendo que o show de equipe terá no Maximo 6 minutos de espetáculo por crew. A ordem de cada batalha será através de sorteio, realizado no dia 30/07/2010 (Freestyle). O tempo de cada batalha será de 08 minutos 8×8, ou 02 entradas para cada b.boy no individual 1×1. Não vai ser permitido palavrão, gestos obscenos e muito menos contato físico, caso ocorra à equipe perderá ponto. Todos os competidores deverão estar uma hora antes da programação.
3.
DAS PREMIAÇÕES

4. 1° Lugar – CREW: Troféu + R$ 6.000,00
2º Lugar- CREW Troféu + R$ 500,00
5. 1° Lugar- INDIVIDUAL: Troféu + R$ 3.000,00
2º Lugar – INDIVIDUAL: Troféu + R$ 500,00

DO JURADO

6. Os jurados serão pessoas competentes e capacitadas em avaliar a melhor performance, durante a batalha os jurados apontarão com o dedo o vencedor, o resultado de cada batalha será imediato e a decisão dos jurados será irrevogável e irrecorrível.
7. Os jurados serão: b.girl Miwa, bboy Matrix, e N´s Sabelle Q´Num da GUF.
8. Será avaliado; apenas o estilo B.Boying. Ou seja, Popping, Locking, Up Rocking e qualquer outra forma de dança não serão aceitas pelo júri. Caso o participante encaixe uma outra forma de dança sua entrada será invalidada.
Serão avaliados Top Rock, Going Down ou Drop, Neck Move, Foot Work, Freeze, stance, estilo e Power Move com finalização. Dentro disso será analisado:
Fundamentos – O conhecimento que o dançarino demonstra ter, enquanto dança, dos movimentos básicos, e de como se utiliza deles.
Técnica – A limpeza e precisão, assim como uma boa execução dos movimentos.
Ritmo – Esse quesito é o mais importante de todos. O dançarino deve, sempre, estar dançando conforme o ritmo da música.
Musicalidade – O conhecimento musical e capacidade que o dançarino tem de utilizar diferentes seções da música, além da batida principal, como instrumentos, vocais, quebras musicais, e “traduzir” essas seções através de sua dança.
Criatividade – É o quão original o dançarino consegue ser, seja dançando de uma forma diferente e única, ou com movimentos originais (próprios), trazendo algo de novo e criativo para a cena.
Variedade – O dançarino deve, ao decorrer das batalhas, procurar não repetir movimentos, ou seja, a cada entrada fazer algo diferente do que já fez na mesma batalha e até nas batalhas anteriores.
Personalidade e presença – O modo de agir e se portar durante a sua batalha, de um modo original, com um diferencial que identifique o dançarino, o faça diferente dos demais, e também detalhes como expressão, contato visual com o oponente, com os jurados e o público, etc.
Espírito de batalha – O modo de agir e reagir dentro de uma batalha. Pode ser de diferentes formas, mas sempre com a consciência de que se está dentro de um confronto. A atitude de conseguir atingir e questionar as habilidades de dança do oponente, sem apelar para o lado pessoal, ou seja, com respeito.
Qualquer tipo de contato físico a entrada será invalidada e no caso de agressão o participante responsável será desclassificado do campeonato.
Qualquer tipo de gesto obsceno durante a batalha o participante responsável terá sua entrada invalidada.
O participante que não comparecer na batalha em 01 minuto após a solicitação de sua presença será desclassificado.

DAS INSCRIÇÕES

1. A taxa de inscrição será R$ 50,00 por crew e R$ 10,00 no individual (categoria b.boy), a efetuação do pagamento será rigorosamente cobrado pela organização do projeto e será dado um prazo até de 21 de maio a 20 de julho, e só será considerado inscrito a crew,ou b.boy que estiver pago a sua taxa de inscrição e entregue a ficha preenchida no prazo determinado, caso a crew não tenha pago no prazo determinado a mesma será impedida de entrar no ônibus que sairá de Macapá para o Município de Oiapoque.
2. A taxa de inscrição dará direito apenas ao líder de cada crew de ter esclarecimentos, dúvidas e reclamações sobre este regulamento.
3. Haverá batalha de crew (grupo) 8×8, e de (b.boy) individual.

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

OBS: Lembrando que a organização do evento é soberana em todas as decisões, podendo este regulamento, ser alterado a qualquer tempo pela mesma e suas decisões serão irrecorríveis e irrevogáveis. Não será permitido desacato verbal aos jurados e a organização, ofensas moral que venha denegrir a imagem do jurado ou do evento, caso ocorra, o bboy ou a crew, terá as seguintes penalizações: ficará fora das próximas edições do evento, pagará uma taxa de R$ 200,00 reais para a organização. Não será permitido o uso de bebidas alcoólicas no alojamento, no evento e nem durante a viagem, Caso ocorra a crew não participará do evento. Caso haja desistência não haverá devolução do dinheiro do bboy 1×1 ou da crew.
4. Os inscritos só terão acesso à premiação se pagar a sua inscrição no prazo determinado. As delegações de outros estados deverão estar em Macapá no dia 28/07/2010, de onde sairemos no dia 29/07/2010 às 17h para o local do evento no Oiapoque fronteira com Guiana Francesa.
5. O pagamento das inscrições deverá ser efetuado no Banco do Brasil, Conta Corrente: 15432-6 Agência: 3851-2 Edivaldo Pinto Videira Presidente da Companhia de Dança de Rua Amapá B.boys.
6. Pela adesão ao presente regulamento, desde já a CREW ou B.BOYNG autoriza a Companhia de Dança de Rua Amapá B.boys – Macapá Break a registrar e utilizar sua imagem em mídia, imprensa, internet e materiais institucionais, exclusivamente para divulgação do projeto HIP HOP SEM FRONTEIRAS FESTIVAL INTERNACIONAL 2010 e de seus contemplados, podendo a companhia, inclusive, autorizar que terceiros utilizem essas imagens para a mesma finalidade. Autoriza também para o Brasil e para o exterior.
7. A organização do evento disponibilizará apenas do transporte de Macapá/Oiapoque/Macapá e alojamento sendo que cada um deve levar rede ou colchonete e objetos de uso pessoal.
8. A alimentação será por conta de cada crew.
9. Não nos responsabilizaremos pela guarda de objeto de valor.
10. Qualquer dúvida ou informações entrar em contato com a organização do evento,
[email protected]
Guinho B. boy (96) 91191130
[email protected]
Pr. Orivaldo (96) 99620486
[email protected]
Raquel (96) 99097179

REALIZAÇÃO

MACAPA BREAK

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA