bboy_neguin_red_bull_bc_one_2011A apenas um dia do grande evento Red Bull BC One 2011, na Rússia, falámos com o bboy Neguin (Tsunami All Stars), actual possuidor do cinturão Red Bull BC One, conquistado o ano passado no Japão. Enquanto se fazem os últimos treinos no Old Circus de Moscovo, procurámos sondar o espírito e a temperatura do campeão brasileiro.

H2T – Tens muitas conquistas no teu percurso de bboying, mas ganhar o Red Bull BC One do ano passado trouxe-te ainda mais destaque. Que novas oportunidades te proporcionou?

Neguin – Eu sempre batalhei muito na vida, tanto na dança como fora dela, aprendi muito com trabalho esforçado e acho que é assim mesmo. Não vejo diferença entre ser um evento pequeno ou ser um campeonato mundial, se estamos inseridos numa cultura, numa arte, estamos a fazer algo positivo. Seja campeão ou não, quero é ser útil e bom para o próximo. Claro que ganhar trouxe muitas oportunidades, principalmente de trabalho, viajo muito mais e posso mostrar o porquê de ser campeão. As pessoas acabam se inspirando em mim e é uma grande oportunidade poder mostrar o meu trabalho no mundo inteiro.

H2T – Além de seres uma referência para outros bboys, fazes algo para incrementar essa paixão nos outros?

Neguin – Com certeza, eu tenho a missão de passar toda a minha experiência para o próximo. Já dei muitas aulas em locais fixos mas actualmente faço workshops de uma semana ou duas, em sítios diferentes, viajo muito e espero inspirar muita gente pelo mundo inteiro.

H2T – Como têm sido estes dias aqui em Moscovo? Sente-se rivalidade ou existe bom convívio entre os participantes?

Neguin – Todos estamos pelo mesmo objectivo, todos queremos ganhar e fazer um bom trabalho, claro que existe rivalidade porque temos de fazer melhor que o adversário, mas ele pensa da mesma forma. Penso que acima de tudo tentamos apreciar e viver bons momentos até à hora da batalha, onde existem mais movimentos desse tipo.

H2T – Quem veio contigo até Moscovo para te apoiar?

Neguin – Ninguém, eu e Deus.

H2T – Sentes mais pressão por ser o actual possuidor do cinturão Red Bull BC One?

Neguin – Eu posso sentir pressão por alguns minutos mas já treinei a minha mente de forma a não pensar nisso. Se pensamos muito acabamos por não ter um bom desempenho, por isso prefiro imaginar que estou aqui pela primeira vez e quero fazer um bom trabalho de novo.

H2T – Há algum bboy mais temido ou que consideres favorito?

Neguin – Todos têm um grande potencial mas temos de aguardar o momento para ver o que acontece. Porque é tudo muito momentâneo e às vezes aqueles que são favoritos depois não correspondem.

H2T – O que achas do local escolhido este ano, o Old Circus de Moscovo, e as condições que viste até agora?

Neguin – O local é muito bom, tem uma boa energia, espero que o público preencha e vibre muito porque isso vai ajudar nas batalhas. A expectativa é grande, acho que vai ser muito bom.

H2T – O que vais pensar antes de entrar na arena do Red Bull BC One?

Neguin – Não penso muito… vou talvez pensar 5 minutos antes, quando estiver quase a entrar em palco, naquilo que irei fazer. Mas acima de tudo vou-me divertir e fazer o que eu sei fazer de melhor, mostrar quem sou e expressar-me através da dança para todos os que estiverem a assistir.

TEXTO:
Sofia Meireles

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here