Mostras de dança e mostras competitivas, workshops, palestras, debates, exposições, performances, circuito de dança, moda, fotografias e vídeos irão compor a programação da 18ª edição do Dança Pará Festival 2009.

“Essa é a maior e mais completa que já realizamos até hoje. Por isso, não estamos ansiosos com o festival, por ele já está consolidado, mas a nossa expectativa é pela quantidade de companhias que vão participar e pela preocupação com a logística”, comenta o coordenador Maurício Quintairos.

O evento inicia hoje, a partir das 14h, na Casa da Linguagem, com o credenciamento dos participantes. Já às 18h, será a abertura oficial com o debate “Carimbó, Patrimônio Cultural Brasileiro”; exibição dos filmes “Chama Verequete” e “Vamos Dançar Carimbó”; e um cortejo de carimbó.

“Não colocamos o filme do Verequete na programação apenas por ele ter falecido. Isso já estava programado. Não tem como falarmos de carimbó e não falarmos dele”, ressalta Maurício. “Nunca havíamos realizado debate dentro da programação do festival e decidimos falar do carimbó para sensibilizarmos as pessoas para a campanha do carimbó como patrimônio cultural brasileiro”, explica.

A programação segue até o dia 15 de novembro, no Teatro Margarida Schivasappa e na Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará, com a participação de aproximadamente 150 companhias.

“Teremos companhias de lugares como Paragominas, Marabá, Altamira, Mãe do Rio, Ipixuna do Pará, Moju e Abaetetuba, além de grupos de outros estados, como Tocantins, Amapá, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal”, diz Maurício Quintairos.

Para ministrar os workshops, avaliar as mostras competitivas e fazer apresentações, o festival terá a participação dos profissionais Ana Botosso (SP), Ivan Grandi (SP), Eleusa Lourenzoni (SP), Ronaldo Martins (RJ), Helena Fernandez (RJ), Raquel Ribeiro (RJ), Márcio Alexandre (RJ), Valdemar Santos (PI) e Joel Santana (PB).

O Dança Pará Festival é cadastrado pela Funarte e pela Unesco, através da Confederação Internacional de Dança, como o maior evento de dança da região Norte e o maior concurso de dança das regiões Norte e Nordeste. “Estamos entre os melhores por sermos um dos festivais mais completos do país, com uma vasta programação, que vai desde as mostras de dança até a parte técnica”, diz Maurício.

SERVIÇO

De hoje até dia 15 de novembro, 18ª edição do Dança Pará Festival 2009. Informações: 9605-5360 / 9966-0101 / [email protected]

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DOS OUTROS DIAS

Dia 11: No Memorial dos Povos, às 18h, Instalação Cênica e às 19h, Show Desfile: Moda Dança.

Dia 12: Na Escola de Teatro e Dança da Ufpa, às 10h, Expo Dança: Vídeos, Figurinos, Adereços e Performances. No Teatro Margarida Schivasappa, às 19h, espetáculo de abertura com companhias convidadas e mostra de dança.

Dia 13: Na Escola de Teatro e Dança da UFPA, às 9h, workshop de Ballet Clássico infantil e Dança Contemporânea para iniciantes. Às 10h30, workshop de Ballet Clássico intermediário e Dança Contemporânea para iniciados. Mostra de Dança e Competitiva de Ballet Clássico infantil, às 17h; juvenil, às 18h; e adulto, às 19h. No Teatro Margarida Schivasappa, às 20h, Dança de Portadores de Necessidades Especiais; às 20h30, Dança Gospel; e às 21h, Ballet de Repertório.

Dia 14: No Teatro Margarida Schivasappa, às 9h, workshop de Dança de Rua, Consciência Corporal e Dança de Salão (Tango). Mostra de Dança e Competitiva da terceira idade, às 17h; e Baby Dance, às 18h. Dança Contemporânea infantil, às 19h; juvenil, às 20h; e adulto, às 21h.

Dia 15: No Teatro Margarida Schivasappa, Mostra de Dança e Competitiva de Dança de Rua, às 17h; Sapateado, às 18h; e Jazz, às 18h30. Dança de Salão, às 19h30; e Folclore Popular, às 20h30. A partir das 21h30, premiações, homenagens e encerramento. (Diário do Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here