1ª Expo Vale Tattoo

0

Um dos tatuadores mais antigos em atividade no Brasil fala ao VNews sobre a evolução do movimento no país
Inácio da Glória participa da 1ª Expo Vale Tattoo, que termina neste domingo (13), em São José dos Campos

Mais de 25 mil tatuagens feitas em 34 anos de carreira. É com esse currículo que Inácio da Glória, um dos tatuadores mais antigos em atividade no país, veio para ser um dos avaliadores de um concurso na I Expo Vale Tattoo, que termina neste domingo (13), em São José dos Campos.

Natural de Rio Claro, e atualmente vivendo no Guarujá, na baixada santista. Inácio destaca a evolução que a tatuagem teve com o passar dos anos e no fenômeno social que se tornou no Brasil. “A expansão do mercado e as convenções no interior são importantes para disseminar a arte”, disse.

Ele destacou ainda que a tatuagem ultrapassou os limites da arte e passou a ter reflexo no comportamento das pessoas, especialmente nos jovens, a partir do momento que o movimento passou a ser mais divulgado. “É um tipo da ocupação da juventude pensante e a mídia teve um papel importante nisso. De abrir os olhos da sociedade para esse tipo de manifestação, o que contribuiu para a categoria”, finalizou.
Histórico da tatuagem

Há mais de 3.500 anos, a tatuagem já existia como forma de expressão da personalidade ou de indivíduos de uma mesma comunidade tribal (união de pessoas com as mesmas características sociais e religiosas).

Os primitivos se tatuavam para marcar os fatos da vida biológica: nascimento, puberdade, reprodução e morte. Depois, para relatar os fatos da vida social: virar guerreiro, sacerdote ou rei; casar-se, celebrar a vida, identificar os prisioneiros, pedir proteção ao imponderável, garantir a vida do espírito durante e depois do corpo.
Como são feitas

As tatuagens são feitas com pigmentos importados de origem mineral, principalmente, e com agulhas específicas para tatuar, sempre descartáveis e nunca reutilizadas (mesmo que seja na própria pessoa).

Credito: Márcio Rodrigues / Vnews As máquinas elétricas, preferencialmente, devem ter a ponteira de aço inox cirúrgico e/ou descartáveis, devem ser limpas por ultra som e esterilizadas com estufa a uma temperatura igual ou superior à 170 º c por um período de pelo menos 3 horas.

O tatuador deve usar luvas e máscara para procedimentos, para evitar uma possível infecção ou até a contaminação cruzada, por isso a limpeza do ambiente é fundamental.
Tatuagem inusitada

De todos os trabalhos já realizados, Inácio destacou um, no mínimo insólito. “Um cliente me pediu para desenhar várias estrelas no céu da boca. Os artistas devem ter criatividade para fazer o trabalho”, disse da Glória.
Feira termina neste domingo

Credito: Márcio Rodrigues / Vnews Contando com palestras e workshops, apresentações musicais e de dança, mostras de graffiti e de motocicletas customizadas, a 1ª Edição da Expo Vale Tattoo vai até às 22h, deste domingo (13), no Espaço Cassiano Ricardo, no Jardim Alvorada, em São José dos Campos.

Os ingressos estão sendo vendidos a R$10 e R$ 7 mediante a entrega de 1 kg de alimento não perecível. As doações arrecadadas serão encaminhadas a entidades sociais assistidas pelo fundo social de solidariedade de São José dos Campos.

O Espaço Cassiano Ricardo, fica na Avenida Cassiano Ricardo, 1.983, no Jardim Alvorada.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here