Serão premiadas 134 iniciativas culturais com o valor de R$ 13 mil para cada uma, distribuídas nas seguintes categorias: Reconhecimento, Escola de Rua, Correria, Conhecimento, e Conexões

Termina dia 12 de julho as inscrições para o Prêmio Cultura Hip Hop 2010 – Edição Preto Ghóez. Serão premiadas 134 iniciativas culturais com o valor de R$ 13 mil para cada uma, distribuídas nas seguintes categorias: Reconhecimento, Escola de Rua, Correria, Conhecimento, e Conexões.

Nesta edição, o Ministério da Cultura (MinC) homenageará Márcio Vicente Góes, o Preto Ghóez, falecido em 2004. Ele foi responsável pela fundação do Movimento Hip Hop Organizado Brasileiro (MHHOB), Será concedido um prêmio à família do homenageado, no mesmo valor das demais premiações, como forma de reconhecimento por seu trabalho para o Movimento Hip Hop nacional.

Poderão participar do concurso pessoas que sejam dedicadas às expressões da cultura Hip Hop com reconhecimento das comunidades onde vivem e atuam, e comprovada atuação no meio; grupos ou comunidades formalmente constituídos (Associações, Organizações Não Governamentais, Fundações e outras instituições do gênero); e grupos ou comunidades sem constituição jurídica própria (os grupos informais), que são organizados de acordo com suas tradições, mas sem registro como pessoa jurídica de qualquer natureza.

As inscrições serão realizadas entre os dias 16 de abril e 12 de julho de 2010, pelos Correios (através de carta registrada) e pela internet no www.cultura.gov. O edital completo também está disponível no site.

Objetivos do Concurso:

-Divulgar e dar visibilidade às iniciativas culturais do Hip Hop;
– Valorizar as expressões culturais do Hip Hop no Brasil, por sua influência no modo de vida da juventude;

– Fortalecer a identidade cultural dessa dança;

– Estimular ações inovadoras no âmbito do Hip Hop;

– Incentivar a participação plena e efetiva dos atores e protagonistas, desse estilo musical, na elaboração e no desenvolvimento de projetos e ações culturais;

– Contribuir para o reconhecimento do Hip Hop como elemento importante da cultura brasileira como um todo;

– Estimular o intercâmbio entre os agentes do Hip Hop de todo o Brasil e o fortalecimento de suas redes;

-. Subsidiar a elaboração de políticas públicas de cultura específicas para o segmento Hip Hop;

– Homenagear lideranças e expoentes do movimento Hip Hop no cenário nacional, em especial nesta edição, o rapper Preto Ghóez;

– Identificar, catalogar e organizar um banco de dados abrangente sobre os agentes e as ações desenvolvidas e apresentadas ao Prêmio, tornando públicos o seu acesso e conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here