Street Dance (Dança de Rua) uma referência aos estilos e gestos rítmicos vindo dos Estados Unidos. Adaptada para fins de comercialização, cria suas próprias técnicas, diferenciando-se cada vez mais de seu “irmão mais velho” o Break; isso ajuda a criar duas modalidades distintas de dança.

Saindo do espaço público e anônimo das ruas, as academias de dança e de ginástica resgataram está essência cultural do Hip-Hop. Como tudo na vida está apropriado a fim de gerar bens de consumo, por que não o Hip-Hop? Com isso, pode-se compreender por que uma cultura que já foi desprezada, vítima do preconceito, transforma-se em um fenômeno da mídia.

O estilo Hip-Hop de dançar passou a ser também um produto de mercado funcionando aos modos da clientela fitness. É preciso reconhecer que o Street Dance alcança um âmbito muito grande no espaço urbano. Jovens de toda a cidade, de todas as faixas etárias e de todas as classes sociais, experimentam a rebeldia da dança Break através do Street Dance. A via de acesso da cidade a esta arte é o ambiente particular das academias. Portanto, a cidade foi se apropriando da cultura Hip-Hop tornando-a um bem de consumo.

Fonte:www.blacksound.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here