Oficinas de dança de rua em Ponta grossa
Dentro da programação do Projeto Setembro em Dança serão promovidas oficinas de dança

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, promove, no mês de setembro, várias oficinas direcionadas às áreas de circo, de literatura e de dança. Para os interessados na arte circense, as inscrições podem ser feita no SESC, rua Theodoro Rosas , 1247. Podem participar da oficina somente maiores de 16 anos. No ato da matricula, o interessado estar munido dos seguintes documentos: atestado médico permitindo exercícios e práticas circenses, autorização expressa dos pais – para os menores de 18 anos. Além disso, o pai ou responsável pelo menor deve estar presente para assinar o Termo de Adesão.

Os conteúdos da oficina de circo incluem: preparo corporal, palhaço, aéreos (tecido, lira, trapézio), malabares, contorcionismo e equilibrismo. As inscrições são gratuitas e as oficinas terão início no dia 13 de setembro. Os participantes serão divididos em turmas, com dias alternados: segunda-feira e quarta-feira, das 14h às 18h, na terça-feira e quinta-feira, das 19h às 22h, e no sábado, das 14h às 18h. Mais informações: 3901-1588/ Divisão de Teatro e Circo ou 3222-5432/SESC.

OFICINAS DE DANÇA

Dentro da programação do Projeto Setembro em Dança serão promovidas oficinas de dança. As inscrições começam dia 13 e seguem até dia 22 de setembro, das 13h às 18h, na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, rua Júlia Wanderley, 936, centro. As inscrições são gratuitas, mas que puder pode contribuir com um litro de leite longa vida que será destinado à Colméia Abegail.

Na oficina de Danças Urbanas estão sendo ofertadas 30 vagas. As aulas serão ministradas pelo professor Carlos Nunes, do dia 28 a 30 de setembro, às 19h, no Ginásio de Esportes para Deficientes. A idade mínima para participação é de 14 anos. A oficina de Danças Urbanas terá Laboratórios de criação coreográfica e vídeo aulas de história da dança e cultura Hip-Hop, concentrando-se no conhecimento e desenvolvimento das noções básicas das técnicas de Dança de Rua pertinentes aos diversos estilos:

– Locking – Teoria (origem, história, evolução dos passos básicos de locking, com vídeo-aula); aquecimento (aquecer as articulações, alongar os músculos, preparar o corpo para a realização da aula); iniciação dos passos básicos de locking; coreografia e relaxamento (voltando a calma para finalização da aula).
– B-boying – Teoria (origem, história, evolução dos movimentos básicos de b-boing, com vídeo-aula); aquecimento (aquecer as articulações, alongar os músculos, preparar o corpo para a realização da aula); iniciação dos passos básicos de b-boying (top rock, foot work e freeze); coreografia e relaxamento (voltando a calma para finalização da aula).

– Hip-Hop Freestyle – Teoria (origem, história, evolução do hip-hop freestyle dance, com vídeo-aula); aquecimento (aquecer as articulações, alongar os músculos, preparar o corpo para a realização da aula); iniciação dos passos básicos de hip-hop; coreografia .
– Popping – Teoria (origem, história, evolução dos movimentos básicos de Popping com vídeo-aula); aquecimento (aquecer as articulações, alongar os músculos, preparar o corpo para a realização da aula); iniciação dos passos básicos de house; coreografia e relaxamento.

Na oficina de Dança Contemporânea “Composição na Diversidade” estão sedo oferecidas 25 vagas, as aulas serão coordenadas pela professora Claudia Fantin , da Limites Cia. de Dança de Curitiba. As aulas acontecem dia 29 de setembro, às13h30, no Ginásio de Esportes para Deficientes.

A idade mínima para participação é de 14 anos. A oficina tem com objetivo principal de iniciar os princípios básicos da dança contemporânea através de jogos de investigação física, exercícios de percepção e criação de movimentos. Com olhar para a diversidade corporal na dança, a ênfase é na inclusão de pessoas com necessidades físico-motoras especiais como intérpretes/criadores da dança contemporânea.

OFICINA DE LITERATURA

Sob a orientação do oficineiro Clemente Vieira dos Santos, está sendo realizada a oficina do projeto comunitário “Contar Histórias: uma arte sem idade”. Em parceria com o Departamento do Idosos/Fundação Proamor, a oficina é direcionada aos grupos de terceira idade de Ponta Grossa, capacitando-os para Festival de Contação de Histórias que acontece a partir de outubro, reunindo a produção dos participantes em itinerância pela comunidade escolar, comunidade em geral e grupos de terceira idade.

O foco do projeto está no resgate da oralidade, no encontro de pessoas, na interpretação das palavras e dos costumes, revivendo antigas tradições, com linguagem contemporânea e técnicas diferenciadas de transformação e promoção da leitura. As oficinas foram iniciadas no dia 10 de agosto e seguem até 28 de setembro, nas seguintes comunidades: Santa Paula, Pinheirinhos, Itaiacoca, São Cristovão, Parque Tarobá, Centro de Convivência do Idoso na Nova Rússia (10/09), Grupo da 3ª Idade da Vila São Francisco ( 23/09) e Grupo da 3ª Idade Parque D. Pedro II ( 28/09) .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here