Não use drogas! Faça ‘Dança de Rua’

0
Professor Alessandro ensina seus alunos passos da Dança de Rua
Professor Alessandro ensina seus alunos passos da Dança de Rua

As turmas de 5ª e 6ª série do C. E. Eurico Batista Rosas (Carambeí) estão acompanhando as reportagens do Jornal da Manhã que abordam o assunto ‘drogas’, e muitos debates estão surgindo. O ponto de partida foram os dados publicados em setembro sobre o aumento na venda de crack e outras drogas, principalmente para jovens. O professor de Geografia, Alessandro João Rogoski, é o responsável pelo trabalho. Ele levou notícias impressas e televisivas para a sala de aula, como o caso da novela das 8h, da rede Globo, que apresenta cenas de um adolescente viciado. “Demonstrei através de imagens na TV multimídia, personalidades famosas envolvidas com drogas. Mostrei fotografias dessas pessoas antes de usarem, no ato e a recuperação após tratamentos em clínicas especializadas”, explica o professor Alessandro. O objetivo foi trazer para a realidade casos de usuários de drogas e suas consequências
A discussão foi tão importante que virou projeto – ‘Não use drogas, faça Dança de Rua’, onde um primeiro momento, após discurso em sala de aula com imagens, notícias e relatos de experiências, os estudantes desenvolveram um texto combatendo o uso e venda de drogas, destacando possíveis soluções encontradas longe das drogas.
Na sequência, o professor motivou seus alunos à prática da dança de rua, ou qualquer outra atividade física, “levando-os a mudarem o foco, longe de qualquer tipo de envolvimento ou usuário de drogas em geral”, esclarece. O professor ensinou alguns passos de dança para cada turma e debateu o assunto em sala de aula. “Foi muito empolgante e divertido. Eles adoraram o projeto, tanto que comentaram a possibilidade de levar este aprendizado no contra turno dos colégios, onde assim estariam longe das drogas e afins”, acredita o educador.

Seja Consciente, Não Use Drogas.

Não use drogas, pois elam viciam e causam dependência física e mental.
Em Ponta Grossa a apreensão do crack subiu 772%. Teve também um aumento de 400% nas apreensões de cocaína e de 90% de maconha. E é por isso que devemos fazer campanhas contra as drogas. Ex: as escolas poderiam fazer campanhas no contra turno envolvendo alunos, confeccionar camisetas com apelo contra as drogas, criar músicas sobre as drogas e fazer teatros para nós ficarmos conscientes de que não devemos usar drogas.
Há muitas pessoas que morrem por causa do crack, e alguns que até morrem porque dependem do crack para poder viver. É por isso que não devemos usar o crack, ele causa doenças. Não use o crack, ele só vai fazer mal para sua saúde.

Maelly Cristina Kremes | 5ª série ‘B’

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here